• Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon

Termos e Condições

© 2017 by Ordem dos Psicólogos Portugueses

 

 FAQ - QUESTÕES FREQUENTES

 

QUESTÕES GERAIS

1. O que é o EuroPsy?

O EuroPsy é um standard Europeu de Formação e prática profissional em Psicologia definido pela EFPA, a Federação Europeia de Associações de Psicologia (European Federation of Psychologists’ Associations). Qualquer psicólogo que cumpra esse padrão pode obter um Certificado e ser incluído no Registo de Psicólogos Europeus.

2. Quais os requisitos para obter o EuroPsy?

Os Psicólogos devem ter uma formação universitária em psicologia de pelo menos 5 anos e pelo menos 1 ano de prática supervisionada. Devem também assinar uma declaração em como actuam de acordo com as regras éticas da profissão de psicólogo.

3. Quais são os requisitos para a formação universitária?

O EuroPsy utiliza um modelo de referência para avaliar o conteúdo e nível dos curricula académicos. O modelo denomina-se “EuroPsyT – um referencial para a educação e formação dos psicólogos na Europa”. Foi criado pela EFPA em 2001.

 

4. Quem decide a atribuição do EuroPsy?

Os Comités Nacionais de Acreditação (NAC; National Awarding Committees) avaliam as candidaturas e determinam o resultado das candidaturas ao EuroPsy. O Comité Europeu de Acreditação (EAC; European Awarding Committee), criado pela EFPA, supervisiona os NAC e os processos de atribuição.

 

5. Quem está responsável pelo Registo EuroPsy?

O Registo é mantido pela Sede da EFPA em Bruxelas.

6. O que é que a palavra ‘EuroPsy’ significa?

O nome EuroPsy foi escolhido como abreviatura de “Psicólogo Europeu Registado”.

7. O título EuroPsy está protegido por lei?

O EuroPsy foi registado como marca registada na Europa. Além disso, o título de “psicólogo” está legalmente protegido na maioria dos países europeus.

8. Como posso saber mais sobre o EuroPsy?

Consultando o website: http://www.efpa.eu/europsy.

9. Qualquer psicólogo pode obter o EuroPsy?

Não, apenas os Psicólogos que cumprem os padrões de formação (pelo menos 5 anos) e prática profissional supervisionada (pelo menos 1 ano) e que assinaram uma declaração de conduta ética podem obter o EuroPsy.

10. Os standards para Psicólogos são iguais em todos os países?

Há diferenças na formação académica e profissional dos psicólogos na Europa. Foi por esse motivo que se decidiu introduzir o EuroPsy como referencial comum Europeu.

11. O EuroPsy permite aos Psicólogos exercer noutro país?

Não. Existe uma directiva europeia que pretende harmonizar os requisites, mas os países pertencentes à União Europeia podem definir as suas próprias regras. A maior parte dos países têm algumas restrições. O EuroPsy informa as “autoridades competentes” de outros países sobre a formação académica e profissional de um/a psicólogo/a.

12. Qual o estatuto oficial do EuroPsy?

O EuroPsy é um conjunto de padrões definidos por um conjunto de psicólogos profissionais organizados na EFPA. A EFPA sobre associações de Psicólogos em 36 países, com um total de mais de 300.000 psicólogos individuais.

 

13. O EuroPsy é uma licença para a prática profissional?

Não. A licença para a prática profissional só pode ser atribuída por governos nacionais.

14. O EuroPsy é requerido por lei?

Não. Ainda não existe nenhum requisito que os psicólogos devam ter obtido o EuroPsy. Apesar disso, o EuroPsy pode facilitar a aplicação das leis nacionais nas actividades profissionais dos psicólogos.

15. Os Psicólogos EuroPsy podem exercer em toda a Europa?

As leis Europeias permitem aos cidadãos dos estados membros movimentar-se e estabelecer-se e trabalhar em qualquer outro país da UE. O exercício da psicologia noutro país europeu é sujeito à lei desse país.

 

16. Como é que as universidades estão envolvidas no EuroPsy?

As Universidades dão a formação académica que é necessária para que os psicólogos possam obter o EuroPsy. A EFPA e as suas associações membro estão em contacto com as universidades no que se refere aos standards. Há várias universidades que oferecem um currículo em psicologia (Licenciatura+Mestrado) que cumpre os requisitos EuroPsy.

 

17. O EuroPsy é válido em toda a Europa?

Sim. O EuroPsy aplica-se a todos os países cujas associações de Psicologia são membros associados da EFPA, que são 28 países da UE e 8 outros países Europeus.

 

18. Quem paga pelo EuroPsy?

Os candidatos pagam pelo custo da sua formação académica e profissional, incluindo qualquer formação e prática adicionais que possam ser necessários para cumprir com os standards EuroPsy. Além disso, pagam uma taxa ao Comité Nacional de Acreditação (NAC; National Awarding Committee) para analisar a sua candidatura. Esta taxa varia de país para país.

 

19. Quem define os standards para o EuroPsy?

Os standards foram originalmente definidos num projecto europeu por um grupo de tralho que desenvolveu o EuroPsy. Definir os standards é actualmente uma responsabilidade da EFPA que criou o tão conhecido Regulamento EuroPsy. Monitorizar os standards é a responsabilidade do Comité de Coordenação EuroPsy, com os quais o EAC da EFPA e a Direcção Executiva da EFPA colaboram.

 

20. Quem decide qual é a informação que está no registo?

Os tão conhecidos dados de Registo estão especificados no Regulamento EuroPsy. O que é inserido num caso individual depende da formação e background profissional do psicólogo.

 

21. Como se relaciona o EuroPsy com a Directiva Europeia 2005/36/EC?

Psicólogo é uma profissão regulada no âmbito da Directiva Europeia 2005/36/EC. O reconhecimento de qualificações é baseado no “sistema geral”, ou seja, com base no reconhecimento mútuo entre estados-membros – não é automático como nas profissões que estão incluídas no “sistema sectorial” (arquitectos, dentistas, médicos, etc.). A Directiva está actualmente a ser revista. Os profissionais que cumprem os requisitos de um “Referencial de Formação Comum” estabelecido pela Comissão Europeia também terão reconhecimento “automático” (sem medidas compensatórias). A EFPA propôs o EuroPsy como a base para o Referencial Comum de Formação para os psicólogos.

 

22. O EuroPsy é uma cédula profissional?

Sim e não. O EuroPsy pode ser considerado uma “cédula profissional” como se pretende na actual Directiva Europeia 2005/36/EC. Pode facilitar a mobilidade de psicólogos entre fronteiras tornando mais rápida a troca de informação entre estados membros. A Directiva revista define cédula profissional de modo diferente, nomeadamente como um documento que é emitido pela “Autoridade Competente” em nome do governo nacional. O propósito desta nova cédula será o mesmo da anterior.

 

23. Quantos tipos de Certificados EuroPsy existem?

Há um Certificado EuroPsy básico que há ainda os Certificados EuroPsy de especialista, que requerem formação e prática profissional adicionais. Os certificados EuroPsy de especialista existem para Psicoterapia e para Psicologia do Trabalho & Organizacional.

 

24. Quais são os requisitos para um Certificado EuroPsy de especialista?

Os standards variam em cada campo de especialidade, mas em termos genéricos o certificado requere pelo menos 400 horas de formação adicional e 3 anos adicionais de prática supervisionada.

 

25. É possível obter um Certificado EuroPsy de especialista com base num Mestrado e formação profissional em psicoterapia?

Não, para começar este certificado EuroPsy de especialista requere uma formação académica completa de 5 anos em psicologia, mais um ano de prática supervisionada. Para além disso, o psicólogo precisa de pelo menos 400 horas de estudos adicionais, 3 anos de prática especializada, e 150 horas de supervisão.

 

26. Como se compara o Certificado EuroPsy em Psicoterapia ao Certificado Europeu em Psicoterapia?

O detentor do Certificado EuroPsy de especialista em Psicoterapia está qualificado para o Certificado Europeu em Psicoterapia (que é atribuído pela Associação Europeia de Psicoterapia), mas o contrário não se aplica. Há duas razões para tal: o Certificado Europeu em Psicoterapia não requere uma formação académica completa de cinco anos em psicologia, e os seus standards são substancialmente mais menores.

 

27. Porque existe um Certificado Europeu de especialista em Psicologia do Trabalho & Organizacional?

Os Psicólogos nas organizações desempenham um trabalho semelhante a outros profissionais (como por exemplo, design dos locais de trabalho, gestão de recursos humanos, ou gestão de mudança organizacional) mas que se baseiam em diferentes conhecimentos. Alguém com um Certificado EuroPsy de especialista em Psicologia do Trabalho e Organizacional é um psicólogo altamente qualificado e um especialista na área com formação e prática considerável.

 

 

CANDIDATURA AO EUROPSY

1. Como se obtém o EuroPsy?

Em Portugal os membros efectivos activos da OPP cumprem os requisitos do Certificado Europeu de Psicologia e têm direito à atribuição gratuita do mesmo, mediante preenchimento acessível de uma candidatura. Veja mais em Candidatura.

2. O EuroPsy fica válido por quanto tempo?

Sete anos. Depois deste período o psicólogo necessita de se recandidatar para revalidação e extensão.

 

3. Como é que o EuroPsy promove a mobilidade?

O EuroPsy torna a mobilidade entre fronteiras mais simples através de uma qualificação com interesse europeu e fornecendo informação sobre a qualificação de cada psicólogo. Assim, pode favorecer um reconhecimento mais rápido pelas Autoridade Competentes. O EuroPsy é uma cédula profissional conforme previsto na actual Directiva Europeia 2005/36/EC. Foi proosta como a base para o Referencial Comum de Formação para os psicólogos na Directiva revista.

 

4. Quão longo é o período de transição (“grandparenting”)?

O período de transição, durante o qual os psicólogos com qualificações completas e com experiência de trabalho considerável podem obter o EuroPsy, tem uma duração de três anos a partir da data em que o EuroPsy é lançado em cada país em particular. Quando um certificado de especialista é lançado, um novo período de três anos inicia-se (com dois anos adicionais para o Certificado EuroPsy básico; apenas para candidatos a especialista). Todos os períodos de transição irão finalizar-se em 2020.

 

5. Os estudantes podem candidatar-se ao EuroPsy?

Não. A candidature pressupõe estudos académicos completos de pelo menos 5 anos e pelo menos um ano de prática supervisionada.

 

6. O EuroPsy reconhece o grau de Licenciado em Psicologia/Ciências Psicológicas?

Não. O grau de Licenciado em Psicologia/Ciências Psicológicas não tem nenhum estatuto distinto no âmbito do EuroPsy. O grau de licenciado está incluído do requisito de estudos académicos de pelo menos 5 anos.

7. O EuroPsy requere um Mestrado (2º ciclo)?

Sim. Mas o mestrado deve estar baseado num currículo de 5 anos. Quando um grau é atribuído com base num currículo de menor duração, deve haver formação adicional. Nos países em que o sistema de Bolonha não tenha sido implementado pode-se aceitar um curso de 5 anos em alternativa.

8. Os académicos em Psicologia também podem obter o EuroPsy?

Sim, podem, se satisfizerem os requisitos mas a prática supervisionada deve ser enquanto psicólogo profissional. Este tipo de prática é visto como distinto da prática enquanto docente e/ou investigador.

9. Os docentes de Psicologia também são elegíveis para o EuroPsy?

Não, a não ser que também trabalhem como Psicólogos profissionais e cumpram com os requisitos normais do EuroPsy.

 

10. É necessário residir num país da UE para obter o EuroPsy?

Não, o requisito é que a associação membro da EFPA desse país tenha aceitado implementar o EuroPsy e que haja um Comité Nacional de Acreditação nesse país.

 

11. Qual é o valor acrescentado pelo EuroPsy comparando com um Mestrado de uma universidade Europeia?

Nem todos os Mestrados satisfazem os requisitos do EuroPsy porque podem diferir quanto à duração e/ou conteúdo. O EuroPsy certifica que um psicólogo completou pelo menos um ano de prática supervisionada para além do Mestrado, e que o detentor do certificado prometeu exercer de acordo com padrões éticos.

12. Os Psicólogos de fora da Europa podem obter o EuroPsy?

Talvez. O EuroPsy foi concebido para psicólogos Europeus que tenham obtido a sua formação académica e profissional na Europa. No entanto, imigrantes de outros países podem candidatar-se ao EuroPsy se puderem comprovar que a sua formação académica e profissional cumpre os standards do EuroPsy.

13. Quantos Psicólogos são elegíveis para obter o EuroPsy?

Estima-se que pelo menos 200.000 psicólogos europeus se possam qualificar para o EuroPsy. Ainda não é possível dar uma resposta mais definitiva.

14. Os serviços dos Psicólogos EuroPsy estão cobertos pelas companhias de seguros?

Vários países têm cobertura para os serviços dos Psicólogos na área da prestação de cuidados de saúde. Isso baseia-se nos planos nacionais de saúde e em acordos. O EuroPsy não significa automaticamente que um Psicólogo esteja apto a ter os seus serviços cobertos.

 

 

EUROPSY PARA CONSUMIDORES

1. O EuroPsy pode ajudar a encontrar um/a Psicólogo/a?

Sim. O registo EuroPsy tem uma funcionalidade de pesquisa que permite que se encontre um Psicólogo numa determinada área geográfica e área de exercício / especialização. O Registo fornece ainda outros dados tais como as línguas utilizadas pelo Psicólogo.

 

2. Como encontro um psicoterapeuta?

O Registo EuroPsy inclui Psicólogos que têm um Certificado de Especialidade em Psicoterapia. Assim, é fácil encontra-lo utilizando a função de pesquisa do website do Registo.

 

3. Todos os Psicólogos Europeus estão no registo EuroPsy?

Não. O Registo apenas integra os nomes daqueles que se certificou que cumprem os standards EuroPsy.

 

4. Os psicoterapeutas também estão abrangidos pelo EuroPsy?

O EuroPsy apenas abrange os psicoterapeutas que são também são psicólogos totalmente qualificados, e que assim têm uma dupla certificação: o Certificado EuroPsy geral e um Certificado EuroPsy de especialista em Psicoterapia. Os profissionais que oferecem os seus serviços como psicoterapeutas não estão incluídos.

 

5. O EuroPsy também abrange psiquiatras?

Não. Psiquiatra é uma profissão diferente, do âmbito da medicina.

 

6. Qual a utilidade do EuroPsy para os consumidores?

O EuroPsy ajuda os consumidores a distinguir entre os vários prestadores de Serviços Psicológicos e similares. Não inclui os prestadores de serviços com menor formação (ex., Licenciatura em Ciências Psicológicas) e/ou de diferentes backgrounds (ex., psicoterapeutas). Também não inclui os profissionais com um Mestrado em Psicologia que não tenham completado prática supervisionada ou não se tenham comprometido com padrões éticos muito claros.

7. Como é que o EuroPsy protege os consumidores?

O EuroPsy fornece aos consumidores informação clara e de fácil acesso sobre Psicólogos qualificados. Garante que os psicólogos têm formação e experiência adequadas. E também garante que o Psicólogo irá agir de acordo com o código ético da profissão de Psicólogo.

8. Quais são os padrões éticos do EuroPsy?

O EuroPsy exige que os Psicólogos assinem o tão conhecido meta-código da EFPA, um código de ética abrangente que se aplica a todos os psicólogos Europeus. Também requere que os psicólogos se rejam pelo código do país em que exercem.

9. Como apresento uma queixa sobre um psicólogo?

Pode apresentar uma queixa junto da Associação nacional de Psicólogos (o endereço pode ser encontrado no website da EFPA).

10. Já houve algum Psicólogo removido do registo EuroPsy?

Até ao momento ainda não aconteceu. Tal acontecerá quando a validade expirar sem que o EuroPsy tenha sido renovado, ou quando um/a Psicólogo/a tenha violado regras éticas.

11. O que acontece se um Psicólogo agir contra o código de ética?

Qualquer cliente pode apresentar queixa junto da associação nacional de Psicólogos (o endereço pode ser consultado no website). Um comité de ética irá examinar o caso e ouvir ambas as partes. O comité pode prescrever várias sanções contra o Psicólogo. Em casos de violação grave poderá ser publicado um aviso no registo EuroPsy, indicando que o/a Psicólogo/a já não cumpre os standards EuroPsy e que o Certificado EuroPsy perde assim a sua validade. Em casos de menor seriedade o EuroPsy pode ser suspenso por um determinado período de tempo.

12. O EuroPsy também fornece informação sobre a especialidade dos/as Psicólogos/as?

Sim, fornece. O Registo EuroPsy e o Certificado EuroPsy descrevem em que área de prática profissional o/a psicólogo/a provou ser competente. O Registo também vai mencionar que psicólogos/as receberam um Certificado EuroPsy de especialista num determinado domínio.

13. É possível consultar um/a Psicólogo/a de outro país?

Sim, o registo EuroPsy ajuda a encontrar um/a Psicólogo/a de outros países europeus. Em alguns casos os custos do apoio psicológico poderão estar cobertos pelo sistema nacional de seguros.

 

REGISTO EUROPSY

1. Onde posso consultar o registo EuroPsy?

O directório está disponível no website da EFPA: https://www.europsy.eu/search-psychologist.

2. Posso confiar nos Psicólogos do registo EuroPsy?

Sim. É seguido um procedimento exigente na avaliação dos Psicólogos antes de lhes ser atribuído o EuroPsy. Para além disso, os Psicólogos têm de manter a sua qualificação e tal também é verificado.

3. O EuroPsy está actualizado?

Sim, o registo EuroPsy é actualizado pelo menos uma vez por mês.

 

4. Quantos tipos de especialização existem em Psicologia?

As principais áreas de prática profissional são: educação, clínica e da saúde, trabalho e organizações; existe ainda uma quarta categoria mais ampla para outras áreas (ex., forense, psicologia dos condutores). Existem especialistas EuroPsy em Psicoterapia (desde 2010) e em Psicologia do Trabalho e Organizacional (desde 2013).

 

5. Como escolho o Psicólogo certo para o meu problema?

Consulte o registo EuroPsy no website e veja a área de prática para indicações sobre intervenção especializada.

6. O EuroPsy só abrange Psicólogos na área da saúde?

Não. O EuroPsy abrange todas as áreas da Psicologia profissional.

7. O EuroPsy garante que os Psicólogos mantêm o seu conhecimento actualizado?

Sim. É requerido que os/as Psicólogos/as invistam um determinado período de tempo em formação contínua. A sua formação será avaliada quando for renovar o EuroPsy. 

 

8. De que modo os empregadores podem utilizar o EuroPsy?

Os empregadores podem utilizar o registo EuroPsy para verificar se os candidatos cumprem os standards EuroPsy e para determinar em que áreas de exercício profissional estes são competentes.